A MUSICA QUE NOS ENCHE O CORAÇÃO

sábado, 30 de abril de 2016

QUASE QUASE!!!!

Não foi um grande jogo de futebol,a equipa adversária vinha com intenção de tudo menos jogar futebol, a primeira parte foi uma autêntica vergonha por parte dos jogadores vimarenenses, que a cada jogada confundiam a bola com o corpo dos jogadores do Benfica, de propósito ou não o certo é que o árbitro não teve alternativa a não ser  distribuir cartões amarelos para acalmar o guimarães, certo é que na segunda parte muitos deles amarelados mereciam a segunda sanção com direito a expulsão mas o homem do apito não teve coragem para tal., na segunda parte,entramos com mais garra e começamos logo por marcar, a partir daí o guimarães mudou completamente a estratégia de jogo e correu atrás do prejuizo,mas o Benfica estava consciente de que teria de vencer,podiam ter surgido mais golos , não aconteceu mas a vitória do Benfica é mais que justa e merecida, o que importa mesmo é a conquista dos 3 pontos, rumo ao objectivo.
Nota-se algum cansaço na equipa, mas a determinação continua .....
Qualquer equipa que jogue com o Bicampeão faz das tripas coração para tentar vencer, com incentivos monetários ou sem eles, comem a relva, mas não é á toa que somos Bicampeões, merecemos esse titulo, e acredito que o Tricampeonato será nosso.....
De salientar os mais de 60 mil adeptos que puxaram pela equipa durante os 90 minutos, é fundamental esse apoio, e o colinho que lhe damos os ajuda a vencer!!!

sábado, 16 de abril de 2016

... PORQUE O QUE ACONTECE ALI É UNICO.....




A nossa grandeza está bem espalhada pelo mundo inteiro, não existe nenhum País que não esteja rendido ao meu / nosso Glorioso Benfica.
Aqui fica a tradução do texto escrito por um jornalista Alemão que presenciou todas as emoções vividas no jogo com o Bayern Munique para a Liga dos Campeões.
Sou uma Benfiquista ORGULHOSA, porque pertenço a um clube desta dimensão...
O Benfica não é só titulos o Benfica é história.....

Um Jornalista Alemão escreveu .......
http://m.11freunde.de/artikel/warum-benficas-fans-die-heimlichen-sieger-des-abends-sind

All in
Os adeptos lisboetas deixaram ontem o Estádio da Luz a arder e os nossos corações a derreter. A primeira parte deixou temer o pior.
E assim subiu ao céu da noite a enorme águia Vitória. O largo vôo, apoiado por 65.000 vozes e os cânticos dos adeptos do Benfica empurravam, como se não houvesse amanhã. O impossível. De vir a pertencer aos melhores 4 da Europa. Combater a maldita maldição de Guttmann. Esse sonho era visível às 19:44. A Vitória, a ave-mascote do Benfica estava duplamente no estádio: a águia verdadeira voou ao redor, aterrando no centro do campo durante uma poderosa coreografia.
Uma coreografia patrocinada?
E de repente aparecia também um “slogan”, patrocinado típico de uma empresa desportiva, numa coreografia enorme.  Pura coincidência? Ou um acto de marketing? Especula-se mas resposta concreta não temos. Mas por isso fica a dúvida: O que devemos achar da atitude dos adeptos do Benfica?
Devemos amá-la. Levá-la nos braços. Dar-lhe o remédio milagroso da eterna juventude. Para que nunca deixem de cantar. Eles empurraram a sua equipa para a frente até ao 1-2 por Thomas Müller, mas o que mostraram a seguir com a eliminação à vista, foi mais espectacular do que qualquer golo.
A faísca que acendeu a chama
Porque apesar da desvantagem de 1-2, apesar da posse de bola com frieza do FC Bayern, bastou uma faísca para reacender a chama. E assim caiu o 2-2 pelo brasileiro Talisca, que criou um verdadeiro Inferno. Os adeptos cantavam, dançavam, batiam palmas e recusavam o sentimento de “Underdogs” (não-favoritos) na alma. No meio deles: o treinador do Benfica Rui Vitória. Fresco na bancada, expulso, perto das lágrimas, sim, praticamente engolido pelos próprios adeptos. Um momento, que mostrou, de que paixão é feita o Benfica.
Verdadeiro amor
Ele é independente do resultado. Do nome, dos erros ou dos momentos geniais. Ele está nas pessoas, que enchem as bancadas com o coração e sangue. Que fazem do clube algo de mágico. Que deixou mesmo o super-poderoso Bayern a tremer. Após o apito final ficaram milhares ainda nas bancadas, os jogadores do Bayern igualmente festejavam com os seus adeptos. Mas os adeptos do Benfica continuaram simplesmente a cantar. Como se aquela noite não devesse acabar nunca. Como se não quisessem acordar do sonho. Porque amanhã esperava o trabalho. O patrão. Toda a porcaria.
Vamos sentir falta dos Benfiquistas. Do fogo das bancadas, da poderosa águia Vitória. E do Estádio da Luz. A Catedral e os seus jovens. Porque o que ali acontece, é único.”

quinta-feira, 14 de abril de 2016

ORGULHOSA

 Alguma vez eu poderia ser de outro clube que não o Benfica??? jamais!!!! é ele que me enche a alma de orgulho, é ele que me faz vibrar em jogos desta grandeza, porque é ele que com a sua grandeza consegue estar nos quartos de final da liga milionária!!!
obrigado Benfica por me escolheres, porque não é do Benfica quem quer, mas sim quem pode.
Se eu não fosse do Benfica, hoje estaria a festejar como os outros pequenos, que não estão lá mas que festejam como se estivessem mesmo que seja de uma equipa estrangeira, equipa essa que os humilhou com 12 golos em 2 jogos ( inveja é fodi**)
é por isso que hoje eu estou alegre mesmo não passando á fase seguinte, porque nesta liga milionária nem sempre vencem os melhores, mas só lá chegam os Melhores...
Benfiquista orgulhosa? EUZINHA!!!!!!!
E agora rumo ao 35!!!!




Apesar de o Benfica estar fora da Liga dos Campeões, o ambiente no Estádio da Luz esteve impressionante, mesmo após o final da partida.
Os adeptos fizeram questão de saudar a exibição da equipa de Rui Vitória, entoando o já conhecido cântico «Dá-me o 35», em referência ao número de campeonatos que o clube atingirá caso se sagre campeão nacional.
Os cânticos só pararam, momentaneamente, quando a equipa de arbitragem, liderada pelo holandês Bjorn Kuipers, se prestou para deixar o relvado, provocando então monumental assobiadela.
De resto nem parecia que o Benfica tinha acabado de ser eliminado…



RUMO AO TRI.........

sábado, 9 de abril de 2016

RUMO AO 35




Um jogo que se tornou dificil , uma Académica com o autocarro estacionado na area do Benfica, e praticamente os 90 minutos a fazer anti jogo.
Nada está ganho, e estes 3 pontos eram necessários para poder continuar no lugar que é nosso por direito, passo a passo rumo ao 35, com muita calma e sabedoria, não podemos vacilar.
Sempre a acreditar






LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...