A MUSICA QUE NOS ENCHE O CORAÇÃO

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

AFINAL O CRIME COMPENSA



 O Conselho de Disciplina da FPF acaba de considerar improcedente, por não provada, a acusação que pendia sobre Pinto da Costa de tentativa de corrupção e de corrupção desportiva passiva da equipa de arbitragem formada por Jacinto Paixão, Manuel Quadrado e José Chilrito. O processo foi julgado pela Comissão Disciplinar da Liga, em 2008, e Pinto da Costa e os árbitros foram condenados. O Conselho de Justiça da FPF foi da mesma opinião. Mas Pinto da Costa e os árbitros recorreram para o tribunal administrativo e este considerou, 5 anos mais tarde, que as escutas tinham de ser retiradas do processo. Feito isto, o caso desceu ao CJ da FPF, que o revogou e remeteu, em março deste ano, à CD da FPF, que agora colocou uma pedra sobre o assunto. Recorde-se que este processo nos tribunais comuns morreu na instrução, quando um juiz não deu credibilidade à testemunha Carolina Salgado, acusando-a de falso testemunho - a ex-companheira de Pinto da Costa acabaria por ser absolvida desse processo que não chegou à barra.
 E foi isto.

E de tudo isto só há uma coisa a dizer

AFINAL O CRIME COMPENSA!!!!


1 comentário:

  1. Será para sempre um CORRUPTO...por muito que branqueiem tudo o que de mau fez essa reles pessoa

    ResponderEliminar

Se vens aqui com a intenção de me ofender dá meia volta ao cavalo e vaza

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...