A MUSICA QUE NOS ENCHE O CORAÇÃO

terça-feira, 18 de junho de 2013

A MITOMANIA

A mitomania (ou mentira obssessivo-compulsiva) é a tendência patológica mais ou menos voluntária e consciente para a mentira. Normalmente, as mentiras dos mitomaníacos estão relacionadas a assuntos específicos, porém podem ser ampliadas e atingir outros assuntos em casos considerados mais graves . Um jornaleiro cujo Jornal já deixou de ser credivel há muito tempo, por exemplo, começa a inventar  possiveis jogadores que interessam ao Benfica, contando sobre conversas com os empresários  que nunca existiram . Justamente pelos jornaleiros mitómanos não possuírem consciência plena de suas palavras, os mesmos acabam por iludir os outros em histórias de fins únicos e práticos, com o intuito de suprirem aquilo de que falta em suas fracas carreiras como jornaleiros e para amenizar as suas próprias frustações.

Dizer a verdade é um sofrimento para quem tem mitomania, doença definida como uma forma de desequilíbrio psíquico caracterizado essencialmente por declarações mentirosas, vistas pelos que sofrem do mal como realidade.
Desse ponto de vista, podemos dizer que o discurso do mitómano é muito diferente daquele do mentiroso ou do fraudador, que tem finalidades práticas. Para estes, o objetivo não é a mentira, sendo esta apenas um meio para outros fins. Contam histórias ao mesmo tempo que acreditam nelas.
Esse distúrbio tem sua origem na supervalorização de suas crenças em função da angústia subjacente. Muitas vezes as mesmas se apresentam unidas à angústia profunda..
De um lado, o mitómano sempre sabe no fundo que o que ele diz não é totalmente verdadeiro. Mas ele também sabe que isso deve ser verdadeiro para que lhe garanta um equilíbrio interior suficiente. Em determinado momento, o sujeito prefere acreditar em sua realidade mais que na realidade objectiva exterior. Ele tem necessidade de contar essa história para se sentir tranquilizado e de acordo consigo mesmo.
A mitomania não pode ser considerada como uma mentira compulsiva, e sim como uma doença que se não tratada pode causar transtornos sérios à pessoa que possui. Em geral, essa manifestação deve-se à profunda necessidade de apreço ou atenção.Há que alertar os Jornais para quem trabalham, embora eu acredite que ali existe a maior parte de mitómaniacos, pois o que publicam diáriamente assim o demonstra.

Alem de mitomaniacos em várias redações de jornais desportivos, existem tambem aqueles que se pode considerar toxicodependentes porkistas, aqueles que fazem do jornalismo a mais fedorenta profissão neste nosso País, jornaleiros que viram capachos daqueles que veneram, jornaleiros que mais se poderiam chamar de capacheiros azuis e broncos.
 Vejamos um exemplo de entre milhares nesta pausa desportiva, um jornaleiro publica vários dias seguidos uma noticia de que dava conta de que o maior clube de Portugal, Benfica, estaria interessado num tal guarda redes de um clube adversário, tudo isto com o intuito de que hoje se vê, publicar que o clube a quem prestam vassalagem tambem estaria interessado no dito jogador, e na eventualidade de o contratarem seria  mais um roubo conseguido ao Glorioso.
Acredito que o jornaleiro que escreveu esta noticia, para além de mitómaniaco, tambem poderá ser considerado um toxicodependente, pois me parece que por aquela redação passa por ali algumas substâncias ilicitas que os faz delirar e ter comportamentos destes que apenas e só envergonha a classe jornalistica honesta.

Claro que para além deste jogador a que me refiro, existem centenas deles que na ótica mentecapta e capacheira de alguns jornaleiros, está a caminho do estádio da Luz ali pela segunda circular, mas que em vez do desvio para a Avª Norton de Matos em Lisboa, seguem caminho em frente directo ao estádio do cagão, e isto lhes dá uma pica enorme,é disto que precisam para acalmar as frustações, mas as avantesmas nem se apercebem que  a cada noticia falsa e estapafurdia, se estão a enterrar na lama , e deixam de ser crediveis aos olhos de muito boa gente que vive a sua vida com honestidade, e os diretores desses jornais que empregam  esta classe de jornaleiros, nem se apercebem que aos poucos o papel que vendem deixou de ser vendido pois nem para limpar o trazeiro ele serve.

Enquanto isso o Glorioso vai desmintido o que nem seria preciso desmentir, porque para mim, não apenas como adepta do Glorioso, mas como pessoa idonea, o que vem escrito nesse papel deixou de me interessar faz muito tempo, e os cêntimos que eventualmente eu poderia gastar na compra desses jornalecos, prefiro dá-los a quem precisa , e são muitas as pessoas que infelizmente neste país comandado por bestas, necessitam desses centimos  para matar a fome aos seus filhos.
Jornais não sobrevivem á minha custa........

8 comentários:

  1. Ontem, o Benfica, fez publicar um comunicado, desmentindo o CM, que, continuamente, insiste em provocar o Benfica e os seus profissionais, com noticias falaciosas!
    Desde há muito, que este e outros órgãos de CS, se "entretêm" a usar - muitas vezes de forma vil e nojenta, o nome do Benfica, numa lógica mercantilista, sem critério, sem respeito pelos sócios e simpatizantes, pelos adeptos em geral e pela grande instituição que é o Benfica!

    Não merece, portanto, da minha parte, qualquer espécie de respeito quem assim se comporta.

    Já o Benfica, não pode nem deve, na minha opinião, descer ao nível da gamela onde comem esses indignos representantes dos suínos...

    Não gostei mesmo nada da forma com foi redigido o comunicado, ainda por cima, logo depois apagado!
    Não se tapa uma nódoa com outra maior, e por aqui me fico, que o assunto me incomoda demais!

    A politica de comunicação do nosso clube sempre foi, na minha opinião, um dos seus pontos mais fracos!

    O que o GuachosVermelhos propõe aos seus leitores, é apresentar um trabalho, dividido em 3 partes, da autoria do nosso colaborador, o Enorme José Albuquerque, em que nos propomos debater com todos os benfiquistas interessados, o que pode e deve ser feito para melhorar essa parte tão importante na vida do Benfica!

    Assim - dentro de pouco tempo, publicaremos o primeiro texto, intitulado; Benfica: a batalha da Comunicação (parte I)
    E amanhã, a parte II e III do trabalho de José Albuquerque!

    Ficaremos disponíveis, para que, em caso de novas ideias que ajudem a complementar o trabalho apresentado, as publicarmos num IV e ultimo capitulo, que completará o trabalho!

    Podem enviar para, guachosvermelhos@hotmail.com, ou, em alternativa, deixar as vossas opiniões na caixa de comentários do blog...http://guachosvermelhos.blogspot.com

    Convidamos todos os benfiquistas a participar

    ResponderEliminar
  2. Muito bem falado, muito bem escrito.
    Resumindo e concluindo, quase todos sofrem da mesma doença, o que é gravíssimo.... mas que os deixa muito felizes...
    Jornalismo doentio!!!



    VIVA O BENFICA

    BEIJINHO, MAGUIE

    ResponderEliminar
  3. mitômano?
    mitómano
    s. m.
    Indivíduo possuído de mitomania.

    » Grafia no Brasil: mitômano.
    » Grafia em Portugal: mitómano.


    ResponderEliminar
  4. No caso do Correio Manhoso, hoje na TV do Vieira, há um artolas que se vai justificar! primeiro batem-lhe a seguir vão pedir-lhe desculpas!

    ResponderEliminar

Se vens aqui com a intenção de me ofender dá meia volta ao cavalo e vaza

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...