A MUSICA QUE NOS ENCHE O CORAÇÃO

terça-feira, 11 de novembro de 2008

EXTRA FUTEBOL


Este artigo que vou escrever, nada tem a ver com o Futebol, mas sim sobre algo que mexeu com as minhas emoções, como ser humano, e principalmente como mãe.

Não sou muito dada a leituras, até porque o meu emprego e o facto de ser dona de casa, não me deixa muito tempo livre, os livros que tenho , apesar de serem de grandes escritores,ficam na maior parte do tempo servindo de decoração da minha casa, é um crime mas é a realidade.

Ontem de manhã, fazendo as minhas compras habituais num Hipermercado, mais precisamente no Continente, deparei-me logo á entrada com uma enorme secção de vários livros, não resisti e fui dar uma olhada, só para me inteirar de novas publicações, e eis que os meus olhos logo encaram com um livro que me chamou á atenção, devido ao titulo e principalmente á foto da capa " ABANDONADA",a história verídica de uma menina que ninguem queria, peguei nele, o abri e comecei por ali mesmo ler o 1º Capitulo.

As primeiras palavras que li, não consegui conter as lágrimas, e o meti no cesto das compras, com a certeza de encontraria um tempinho livre que o iria ler.

Eu que pouco tempo livre tenho para ler, por incrivel que possa parecer li as 277 páginas em apenas dois dias,cada pagina, cada capitulo tornou-se viciante, não consegui parar,pode parecer estupido, mas cheguei a ficar com o nariz vermelho de tanto chorar.

Não se trata de um livro de romance ou ficção cientifica, trata-se de um relato verdadeiro de uma criança rejeitada pela familia, violada pelo tio desde a terna idade de 6 anos, uma criança como tantas outras iguais que existem por este mundo fora, uma criança que virou mulher sofrida, maltratada pelas amarguras da vida.

Será um livro que jamais irei esquecer, por se tratar de uma história verídica e principalmente por me mostrar o quão feliz sou,o quanto a vida foi generosa comigo, com a minha familia, porque não passei por tudo aquilo que aquele ser humano passou.

Nestes momentos devemos pensar que a vida não é só futebol, enquanto nestas andanças passamos o tempo a criticar, a odiar uns aos outros, num outro lado qualquer está uma criança sofrendo por ser rejeitada, uma criança que não pediu para vir ao mundo.

Peço desculpa, pois sei que aqui neste cantinho não é o sitio ideal para falar sobre estes sentimentos, mas queria partilhar convosco, todas estas emoções,emoções que ainda sinto cada vez que me lembro de vários relatos deste livro impressionante.

Tudo isto me fez ver que existe vida para além do Futebol.


Desculpem estas minhas lamechices, mas além de Benfiquista sou um ser humano que sofre com o sofrimento dos outros.

7 comentários:

  1. Olá Florzinha!!

    O mundo não é só futebol. E é estes momentos, sobretudo, que chegamos a essa conclusão.
    Quantas e quantas vezes discutimos por causa de futebol?!... quando se passa isto no mundo.
    OBRIGADO Flor, por nos ajudares a reflectir. Pelo menos, parámos para pensar.
    Este post só mostra, uma vez mais, o teu ENORME coração e a tua igualmente ENORME sensibilidade.

    És ENORME como o nosso BENFICA!!!


    beijinhos florzinha linda :)

    ResponderEliminar
  2. Minha lindinha
    isto que escreves para mim não é novidade pois sei quanto é enorme o teu coração já tive já tivemos provas disso obrigado por seres assim não mudes nunca essa tua solidariedade para com os outros sempre me comoveu és enorme
    Beijinhos nossos
    Tiago Ribeiro

    ResponderEliminar
  3. Como é possivel alguem abandonar uma criança?

    ResponderEliminar
  4. Cara margarida, triste e revoltante. Eu como pai que ama os seus filhos acima de tudo, fico fora de mim com este tipo de situações. E Pensar que há tantas crianças assim.
    O problema é que este materialismo e egocentrismo que nos consome e envolve,tira-nos capacidade de lutar conra isto e exigir da parte de quem governa uma eficaz protecção destas crianças, que por este abandono, maus tratos, não poderão ser umas pessoas sem raiva e sem revolta.
    GRANDE POST E GRAND TEMA DE CONVERSA, mesmo com lágrimas.

    ResponderEliminar
  5. Há tantas histórias horríveis neste nosso Mundo... por vezes custa a acreditar.

    As nossas (Humanidade) prioridades estão todas trocadas...

    Um grande beijinho para ti, Margarida!! Já agora, todas as Margaridas que conheci até hoje têm um coração enorme e tú não foges à regra!! ;)

    Fica bem!!

    ResponderEliminar
  6. Maggie, como sempre atenta ao que te rodeia...o assunto não tem a ver com futebol mas é muito mais importante do que a maioria dos assuntos que discutimos com os adeptos de outros clubes..é uma criança, o melhor do mundo, que nem direito a clube teve, nem direito a mãe, a amigos, a carinho, brincadeiras, a ciuminho, colinho... eu não sou mãe, como sabes, mas repugna-me o que certos pais fazem aos seus filhos, repugna-me o que permitem que lhes aconteça... já li sobre este assunto, já ouvi muitas histórias semelhantes e não consigo entender os motivos de quem faz isto, não querendo julgar, não consigo entender.
    E são também estes exemplos de força depois de um passado triste, que me fazem corar de vergonha quando me queixo da minha vida, ou quando me tento defender de mim... enfim... obrigada por partilhares conosco algo que te chocou e emocionou, continua a fazê-lo, só mostra cada vez mais a excelente pessoa que és.


    Beijinhos grandes***************************************************************

    ResponderEliminar
  7. "Desculpem estas minhas lamechices, mas além de Benfiquista sou um ser humano que sofre com o sofrimento dos outros."

    Alem porque?nao deves separar o que é inseparavel.

    E precisamente por seres Benfiquista que sofres com o sofrimento dos outros,porque não ha mais nada mais verdadeiro do que o sofrimento e ser benfiquista é ser verdadeiro.

    ResponderEliminar

Se vens aqui com a intenção de me ofender dá meia volta ao cavalo e vaza

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...